Você pode estar abrigando uma colônia de bactérias e fungos em seu teclado!

Parece mentira, mas é verdade. a quantidade de bactérias e fungos por centímetro quadrado que existem em um teclado de uso diário pode superar as que existem no assento sanitário.
 
Mas como pode acontecer isso? Segundo um estudo pela revista Which, que testou diversos teclados de escritórios, os nossos teclados têm 5 vezes mais bactérias do que as tampas do vaso sanitário. Os resultados foram surpreendentes e acusaram a presença de bactérias capazes de causar de diarreia a intoxicações alimentares. A contaminação de bactérias nos teclados de computadores podem exceder em média 150 vezes os limites aconselháveis. Os resultados se assemelham aos encontrados nas maçanetas de banheiros públicos.
 
Entre os micróbios presentes nos teclados estavam duas bactérias a Staphylococcus, que costuma estar envolvida em reações inflamatórias, e a Enterococcus, que provoca infecções e em geral faz do intestino humano seu habitat.
 
 
Como resolver isso?
 
Seu teclado sempre estará propenso a abrigar uma colônia de bactérias. Porém, alguns cuidados podem ser tomados para evitar que esse problema se torne um problema de saúde:
1- Evite comer em cima do teclado
2- Compre uma película protetora para as teclas; isso evitará que caia migalhas ou poeira nas entranhas de seu teclado.
3- Evite de levar a mão à boca durante o uso do computador. Muitas infecções bacterianas tem como porta de entrada a boca.
4- Solicite uma limpeza periódica com sua Assistência Técnica de confiança. A Central Point faz esse serviço preventivo para você!